o abraço

ela pensou meticulosamente em tudo o que havia para dizer. repetia cada palavra, cada frase como se estivesse a ver os pontos e vírgulas e os parágrafos até ao mais redondo e negro ponto final. sabia que o tempo era curto e as palavras tinham de caber no tempo. mas, quantos menos passos faltavam, mais o corpo tremia, o coração disparava, a mente esvaziava… e então pousou a mochila e o cajado como se fosse ter todo o tempo do mundo sem tempo ter. perdeu as palavras e as frases. e eternamente se abraçaram. abraço forte, longo, apertado. e apenas apeteceu dizer profunda e repetidamente Obrigada.

 

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

%d bloggers like this: