“ilumina-me”

deus passou por esta sala, encarnado em cada um de nós, feitos centelhas acesas, presentes, conscientes. iluminados. debaixo do mesmo teto, da mesma música, a sermos um só. todos a usar a mesma linguagem, o mesmo desejo-apelo. “enquanto não há amanhã, ilumina-me” (http://youtu.be/LJ-sQbLLra4)

(texto inspirado e foto tirada no concerto de Pedro Abrunhosa, 14/02/2015, no Pavilhão Multiusos, Guimarães)

Comentar

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: